DESASTRES AMBIENTAIS E SAÚDE PÚBLICA: INTERVENÇÃO PSICOSSOCIAL PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE VITIMADOS PELA ENCHENTE EM BARREIROS, PE, 2010.

VALQUIRIA Farias Bezerra Barbosa

Resumo


As catástrofes naturais são um problema global emergente, resultando em graves problemas de saúde
pública. O objetivo desse trabalho é discutir, numa perspectiva interdisciplinar, a relação entre o ser
humano e o meio ambiente, em contextos de crise, em decorrência dos impactos causados pelas enchentes
sobre a saúde. Trata-se de um relato de experiência de caráter qualitativo sobre intervenção psicossocial
dirigida aos profissionais de saúde do município de Barreiros/PE, atingido por enchente no ano de
2010. As enchentes se circunscrevem no contexto das desigualdades sociais e da degradação ambiental
produzida pelo ser humano, afetando a sua qualidade de vida. Os profissionais da saúde de Barreiros
expressaram a compreensão: das conseqüências dos efeitos antrópicos da ocupação do leito do rio Una;
da descontinuidade do processo de produção social da saúde como prejuízo das cheias; do grande impacto
da cheia sobre a saúde mental da população. Esta ação estratégica de suporte emergencial oportunizou o
protagonismo social, além de atitudes de solidariedade e cidadania dentre os envolvidos. Caracteriza-se a
necessidade de investimentos em ações preventivas e de enfrentamento das catástrofes ambientais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Caravana

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco