Assistência técnica as comunidades produtoras de hortaliças no município de Vitória de Santo Antão - PE

Renato Santos, Victor Guedes, Maria Moura, Nayara Lopes, Madson Silva, Diego Oliveira, Manoel Andrade

Resumo


As políticas de Assistência Técnica e Extensão Rural no meio rural são serviços extremamente fundamentais no processo de desenvolvimento da cadeia produtiva no contexto da agricultura familiar. No município de Vitória de Santo Antão apesar de ser considerado o “cinturão verde” do estado de Pernambuco, pela grande produção de hortaliças, é carente nesse aspecto. Objetivou-se assim, prestar assistência técnica à agricultura familiar das comunidades de Oiteiro e Palmeira no município de Vitória de Santo Antão -PE. Realizou-se inicialmente reuniões e entrevistas com os agricultores de líderes das comunidades, procurando entender a comunidade e posteriormente promover a ação de assistência técnica. de modo geral que a agricultura convencional é a mais presente nas comunidades e  que  a base da renda mensal das famílias é  a agricultura familiar. As famílias tem uma composição média de 3 a 5 pessoas e as áreas  variam  de 3 a 23 hectares, cultivadas com  hortaliças, frutíferas e raízes (Figura 1A), existe três vias de uso da produção ou são comercializados no mercado local, vendido a atravessadores ou consumidos pela  própria família.

 

PALAVRAS-CHAVE: Assistência Técnica. Agricultura familiar. Hortaliças


Texto completo:

PDF

Referências


CPRM. Projeto cadastro de fontes de abastecimento por água subterrânea. Diagnóstico do município de Vitória de Santo Antônio, estado de Pernambuco. Org. Mascarenhas, JC; Beltrão, BA; Souza Junior, LC; Galvão, MJTG; Pereira, SN; Miranda, JLF. p 22. il. 2005.

FRANCO, C. F. O. Dinâmica da Difusão de Tecnologia no Sistema Produtivo da Agricultura Brasileira. EMEPA-PB, 2007. Disponível em: Acesso em: 24 ago. 2013.

LIMA NETO, P.C. Extensão rural e agricultura familiar. Revista de Política Agrícola, MAPA- Ano VII, n.03 (jul;ago e set), 1999.

LYRA FILHO, HP; SILVA, MCL; MARANHÃO, EAA; ALMEIDA, SLT. Desempenho de Cultivares de Alface Americana Para Mesorregião da Mata do Estado de Pernambuco. Congresso Brasileiro de Olericultura. Anais. 2005.

MORAES, J. G.; WANDERLEY, L. J. de G.; COSTA, A.S. Surto de vira-cabeça na cultura de alface em Pernambuco. Horticultura Brasileira, v.8, n.2, p 24-25, 1988.

SCALABRIN, A. C., SIMÃO, J. C. A., SANTA BRÍGIDA, M. B., PERES, P. A., DE OLIVEIRA, C. M. A importância do reconhecimento dos saberes do agricultor familiar para o desenvolvimento rural da amazônia. APRESENTAÇÃO ORAL-AGRICULTURA FAMILIAR E RURALIDADE. 2009.

OLIVEIRA, C. M. A. Importância do Reconhecimento dos Saberes do Agricultor Familiar para o Desenvolvimento Rural da Amazônia. Porto Alegre, 2009.

CAPORAL, F. R. Bases para uma nova ATER pública. [Tese de Doutorado], Santa Maria: Universidade de Santa Maria; 2003

GOMES, A. P. W. A Teoria de Estruturação de Giddens como complementação do processo de difusão de tecnologia. In: XLV Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. 2007. Londrina. CD-Room


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Caravana

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco