MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA, COMPREENDER PARA PODER RESOLVER

Maria Juliana de Albuquerque Oliveira

Resumo


Neste artigo propõe-se a apresentação da relação homem-mulher na contemporaneidade, abordando a violência contra a mulher em diversos aspectos: doméstico e sexista, psicológico, discriminação, desigualdade de gênero, dentre outros. Os intuitos principais são: discutir, informar, observar, abordar, provocar a reflexão e propor medidas para coibir a violência contra a mulher. O estado em que o Brasil se encontra em relação aos índices de violência contra mulher é realmente lamentável. Mesmo tendo uma boa legislação, torna-se complicado conter tal violência porque muitas mulheres por diversos motivos calam-se e não denunciam o que sofrem. E é este um dos principais motivos pelo qual os índices encontram-se tão elevados. Apoiados nos estudos teóricos sobre “gênero e violência” e “direitos humanos e políticas públicas” realizados pelas professoras, pesquisadoras e psicólogas brasileiras Martha Giudice Narvaz e Sílvia Helena Koller, bem como através da orientação metodológica hermenêutica no qual bem mais importa compreender do que explicar. Os resultados de nossa pesquisa deixam explícito que mulheres vítimas de violência representam um problema grave e como tal deve ser tratado, ainda que seja preciso compreendê-lo para poder resolvê-lo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Caravana

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco