Elaboração do Manual de Boas Práticas de Fabricação para pequenos produtores da região do PAJEÚ

Atacy Maciel Melo

Resumo


As pequenas agroindústrias familiares se caracterizam pela alta taxa de informalidade, pouco aporte tecnológico e gerencial. Objetiva-se com este trabalho oferecer ao micro produtor o Manual de Boas Práticas de Fabricação, além de cursos e oficinas sobre as legislações vigentes do controle de qualidade aplicado na indústria de alimentos, visando à redução de custos, o aumento da produtividade e à garantia de qualidade quanto aos aspectos higiênicos e sanitários assegurados pelas Boas Práticas de Fabricação (BPF). O projeto auxilia os pequenos produtores da região do Pajeú na adequação de seus sistemas produtivos às exigências legais, abordadas pelas Boas Práticas de Fabricação, segundo a RDC n° 216, 2004. Para isso, realizou-se o acompanhamento de uma agroindústria de polpa de fruta situada na região do Pajeú, onde obteve-se resultados satisfatórios. Os treinamentos e elaboração do manual de BPF foram fundamentais para orientar funcionários e inspirar a criação de um setor de controle de qualidade.


Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-ISO 9001: sistemas de gestão da qualidade – requisitos. Rio de Janeiro, 2000a.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução n° 216, de 15 de setembro de 2004. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 2004. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/4a3b680040bf8cdd8e5dbf1b0133649b/RESOLU%C3%87%C3%83O-RDC+N+216+DE+15+DE+SETEMBRO+DE+2004.pdf?MOD=AJPERES, acesso em 10 de outubro de 2015.

CARDOSO, L.; ARAÚJO, W. M. C. Perfil higiênico-sanitário das panificadoras do Distrito Federal. Higiene Alimentar, v. 15, n. 83, p. 32-43, 2001.

GAVA, Altanir. Jaime. Princípios da Tecnologia de Alimentos. Ed. AMPUB-SP, cap. 1, p. 33-50, 2007.

RÊGO, J.C. do; GUERRA, N.B.; PIRES, E.F. Influência do treinamento no controle higiênico-sanitário de unidades de alimentação e nutrição. Revista de Nutrição, Campinas, p.50-62, jan/jun. 1997.

SILVA JUNIOR, E.A. Manual de Controle Higiênico-Sanitário em Alimentos. 4. ed. São Paulo: Varela, 2002.

SOUZA, E.L. de; SILVA, C.A. da; SOUZA, C.P. de. Qualidade sanitária de equipamentos, superfícies, água, e mãos de manipuladores de alguns estabelecimentos que comercializam alimentos na cidade de João Pessoa, PB. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v.18, n. 116/117, p. 98-102, jan/fev. 2004.

VASCONCELOS, M. A. A.; CASTRO, A. M. V.; QUEIROZ, A. L. M.; ARAÚJO, E. L. B.; NASCIMENTO, G. S. M.; JESUS, I. A.; CABRAL, T. M. A.; NASCIMENTO, G. J. Qualidade higiênico-sanitária de manipuladores de algumas indústrias de alimentos do município de João Pessoa – PB. X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA – Universidade Federal da Paraíba – UFPB, 2008.

VIEIRA, LUIS. FERNANDO. Agricultura e Agroindústria Familiar. Disponível em Acesso em 10 de Dez. 2015.

WESZ, J. LOVIS, T. ERNESTO, F. Os reflexos das agroindústrias familiares para o desenvolvimento das áreas rurais no brasil, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Caravana

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco