OFICINAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: SENSIBILIZAÇÃO DOS ADOLESCENTES SOBRE AS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Silvana Cavalcanti dos Santos, Ladja Raiany Crispim da Silva Santos, Maynara Vinícia Santos, Maria Letícia Pereira Ramos, Anna Flávia Araújo Dantas Silva, Jefferson Nunes dos Santos

Resumo


As questões relacionadas à sexualidade e Infecções Sexualmente Transmissíveis na atenção à saúde do adolescente são de fundamental relevância. Desta forma, este estudo trata-se de um relato de experiência, do projeto de extensão intitulado “Atenção á saúde do adolescente: empoderando o jovem na prevenção das IST’S/HIV”, desenvolvido por acadêmicos do Curso de Bacharelado em Enfermagem, do Instituto Federal de Educação de Pernambuco – Campus Pesqueira, cujos sujeitos participantes foram adolescentes da rede pública do Município de Pesqueira – PE. A metodologia utilizada foi o Círculo de Cultura, devido permitir que os jovens expressem suas opiniões e compreensões sobre o tema proposto. Os resultados podem ser estruturados em cinco categorias de análises, sendo elas: Conhecimentos dos adolescentes sobre IST’s e suas formas de prevenção; Gênero, sexualidade e IST’s; Educação sexual e reprodutiva: dever da escola, da saúde ou família?; Higiene íntima, menstruação e masturbação: mitos e verdades; e Educação em saúde como meio de transformação social de paradigmas. Concluiu-se que as atividades de educação em saúde são capazes de transformar ideologias presentes em meio à sociedade, devido suas metodologias de ensino-aprendizagem diferenciadas.


Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, R. E. dos.; DUARTE, N. O cérebro adolescente e o processo biológico historicamente condicionado: contribuições da teoria histórico-cultural à educação escolar. Atos de Pesquisa em Educação - Blumenau, v.14, n.2, Out./Nov. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2019v14n2s1p622-642. Acesso em: 22 Mar. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular: educação é a base. Brasília, DF: MEC. 1998. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 21 Mar. 2020.

______. Ministério da Saúde (BR). Departamento de IST, AIDS e Hepatites Virais. Boletim epidemiológico HIV/AIDS. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2016/boletim-epidemiologico-de-aids-2016. Acesso em: 23 Mar. 2020.

______. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde sexual e saúde reprodutiva, 1. ed.,1. reimpr. – Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

______. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2017.

CAMARGO, W. X.; KESSLER, C. S. Além do masculino/feminino: gênero, sexualidade, tecnologia e performance no esporte sob perspectiva crítica. Horizontes Antropológicos, v. 47, Fev./Nov., 2017. Disponível em: http://journals.openedition.org/horizontes/1488. Acesso em: 21 Mar. 2020.

COSTA, T. S. da; CAPELETTI, C. P.; MELLO, M. L.; VIEIRA, P. R.; BRUM, M. D. KRABBE, E. C.; CARVALHO, T. G. M. L. de. Escola, sexualidade, práticas sexuais e vulnerabilidades para as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Revista Interdisciplinar de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 4 n. 1. 2016. Disponível em: http://www.revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/eletronica/article/view/4387/pdf_73. Acesso em: 20 Mar. 2020.

CUBAS, J. M.; VOSGERAU, D. S. R.; CARVALHO, D. R. Fatores que interferem no acesso aos serviços de saúde mental por crianças e adolescentes. Rev Bras Promoç Saúde, v. 31, p. 01-12, Nov. 2018. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/8642/pdf. Acesso em: 22 Mar. 2020.

DIAS, M. K. N.; ZANDONADI, A. C. O papel da família e da escola: processo de educação sexual dos filhos. Revista FAROL. Rolim de Moura - RO, v. 7, n. 7, p. 132-143, Ago. 2018. Disponível em: http://www.revistafarol.com.br/index.php/farol/article/view/149/126. Acesso em: 21 Mar. 2020.

FELISBINO-MENDES, M. S.; PAULA, T. F.; OLIVEIRA-CAMPOS, M.; MALTA, D. C. Análise dos indicadores de saúde sexual e reprodutiva de adolescentes brasileiros, 2009, 2012 e 2015. Rev. bras. epidemiol., São Paulo, v. 21, supl. 1, e180013, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-549720180013.supl.1. Acesso em: 21 Mar. 2020.

FRANCA, I. L. “Refugiados LGBTI”: direitos e narrativas entrecruzando gênero, sexualidade e violência. Cafajeste. Pagu, Campinas, n. 50, e17506, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/18094449201700500006. Acesso em: 22 Mar. 2020.

FREIRE, P. Educação como Prática Libertadora. Rio de Janeiro (RJ). Paz e Terra, 1996.

GOMES, J. J.; COUTO, M. L.; NASCIMENTO, J. S. Sexual behavior of health area university students. Health and Society Port. J. v. 4, n. 1, p. 1006-1007, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rpss.v4i1.7780. Acesso em: 19 Mar. 2020.

GUARCIA, K.; LOPES, C.; LOGUERCIO, R. Trans-orgânica: uma proposta de ensino de química orgânica utilizando as temáticas de gênero e sexualidade. In: X Congresso Internacional sobre Investigación en Didáctica de Las Ciencias. Anais... Sevilla. 5-8 Set. 2017. Disponível em: https://ddd.uab.cat/record/182786. Acesso em: 22 Mar. 2020.

GUIMARÃES, A. P. D.; CAMARGOS, B. G. de; ALVES, D.; ASSIS, H. F. de; SANTOS, K. F. dos; BRANDAO, M. M. S.; FERREIRA, S. R.; SILVA, S. A. R. da; MELO, E. M. de. Diálogo intrafamiliar como meio de promoção de saúde na adolescência. Rev. Med. Minas Gerais, v. 26, supl. 8, p. 129-133, 2016. Disponível em: http://rmmg.org/exportar-pdf/2136/v26s8a25.pdf. Acesso em: 23 Mar. 2020.

LIMA, A. C. M. A. C. C.; SOUSA, D. M. N.; MENDES, I. C.; OLIVEIRA, L. L. de; ORIÁ, M. O. B.; PINHEIRO, P. N. C. Transmissão vertical do HIV: reflexões para a promoção da saúde e cuidado de enfermagem. Av.enferm., Bogotá, v. 35, n. 2, p.181-189, Ago. 2017. DOI: 10.15446/av.enferm.v35n2.39872. Acesso em: 21 Mar. 2020.

LOURO, G. L. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes. 1997.

MATTOS, E. Desenvolvimento do self e os processos imaginativos na transição para a adolescência: um estudo de caso. Avances en Psicología Latinoamericana, v. 37, n. 3, Out. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.12804/revistas.urosario.edu.co/apl/a.8181. Acesso em: 23 Mar. 2020.

MIRANDA, C. M.; SANTOS, A. P. Lute como uma menina: questões de gênero nas ocupações das escolas de São Paulo em 2016. Revista Observatório, v. 3, p. 417-444, 2017. DOI: 10.20873/uft.2447-4266.2017v3n6p417. Acesso em: 20 Mar. 2020.

MORAIS, R. S.; SILVA, M. A. M. da; VIANA, R. S.; MORAES, D. L.; OLIVEIRA, C. M. de. Potentials and challenges in carrying out educational workshops with adolescents. Rev Enferm UFPI, v. 6, n. 2, p. 30-36, Abr./Jun. 2017. DOI: https://doi.org/10.26694/reufpi.v6i2.5752. Acesso em: 20 Mar. 2020.

MOURA, F. P. “Escola Sem Partido”: relações entre Estado, educação e religião e os impactos no ensino de história. 2016. 189 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de História) - Instituto de História, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/bitstream/capes/174584/2/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Fernanda%20Pereira%20de%20Moura.pdf. Acesso em: 23 Mar. 2020.

OLIVEIRA, D. N. P. L. de. As novas heterossexualidades: heteroqueers, candaulismo, poliamor, libertinagem, exibicionismo, assexualidade, pansexualidade, heteronorma, BDSM, não-gênero, bi-gênero, cis-gênero, bissexualidades, travestis, arromantismo... Trama: indústria criativa em revista, v. 6, n. 1, 2018. Disponível em: http://revistaadmmade.estacio.br/index.php/trama/article/view/5528/14. Acesso em: 21 Mar. 2020.

OMS/OPS. La salud del adolescente y el joven em las Américas, D.C., 1985.

QUEIROZ, M. V. O.; ALCÂNTARA, C. M. de; BRASIL, E. G. M.; SILVA, R. M. da. Participação de adolescentes em ações educativas sobre saúde sexual e contracepção. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 29, p. 58-65, 2017. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/6390. Acesso em: 23 Mar. 2020.

RAMOS, F. B. P.; CARVALHO, I. M.; SILVA-FILHO, W. P. da; NUNES, P. S.; NÓBREGA, M. M. A educação em saúde como ferramenta estratégica no desenvolvimento de ações de prevenção da transmissão do HIV: um relato de experiência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, n. 19, p. e509, Mar. 2019. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e509.2019. Acesso em: 21 Mar. 2020.

SANTOS, E. dos; ROCHA, V. N. O enfermeiro na prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. Universidade Tiradentes. v. 1, n. 1, 2017. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/index.php/cie/article/view/5859. Acesso em: 23 Mar. 2020.

SANTOS, S. L. F.; SILVA, J. M. G. da.; FONTELES, M. M. F. Educação em saúde sobre higiene íntima da mulher e infecções sexualmente transmissíveis: relato de experiência. Revista Expressão Católica Saúde, v. 2, n. 2, Jul./Dez. 2017. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40905. Acesso em: 20 Mar. 2020.

SAVEGNAGO, S. D. O.; ARPINI, D. M. Olhares de mães de grupos populares sobre a educação sexual de filhos adolescentes. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 18, n. 1, p. 08-29, Jan./Abr. 2018. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=451858897002. Acesso em: 20 Mar. 2020.

SEHNEM, G. D.; CRESPO, B. T. T.; LIPINSKI, J. M.; RIBEIRO, A. C.; WILHELM, L. A. ARBOIT, J. Salud sexual y reproductiva de adolescentes: percepciones de los profesionales en enfermería. Avances en Enfermería, v. 37, n. 3, p. 343-352, Set. 2019. DOI: https://doi.org/10.15446/av.enferm.v37n3.78933. Acesso em: 23 Mar. 2020.

SILVA, L. M. da; CORTEZ, E. A. Oficinas de educação permanente sobre infecção sexualmente transmissível: relato de experiência. Rev. enferm. UFPE, v. 11, n. 5, p. 2250-2256, 2017. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-31525. Acesso em: 24 Mar. 2020.

SILVA, M. Q. Níveis de condições de qualidade das redes municipais de ensino no Brasil: uma perspectiva de análise. Jornal de Políticas Educacionais. v. 11, n. 21. Dez. 2017. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/jpe/article/view/55039/34176. Acesso em: 22 Mar. 2020.

SOUSA, E. P.; RITTER, F. A. L. A.; VELOSO, S. M. A.; ZAFFALON-JÚNIOR, J. R. Dança educação e o ensino em saúde: proposta ao autocuidado de crianças. Revista de Educação, Saúde e Ciências do Xingu, v. 1, n. 1, Ago. 2019. Disponível em: https://paginas.uepa.br/seer/index.php/RESCX/article/view/2242/1220. Acesso em: 22 mar, 2020.

VIEIRA, M. P.; MATSUKURA, T. S. Modelos de educação sexual na escola: concepções e práticas de professores do ensino fundamental da rede pública. Revista Brasileira de Educação, v. 22, n. 69, p. 453-474, Abr./Jun. 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=27553036008. Acesso em: 22 Mar. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Caravana

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco